CAMPANHA

(de testes com tecnologias falhas e inúteis, ciências impuras e teorias duvidosas)


 

++++++++ CAMPANHA  é um série de práticas+++++++++

CAMPANHA de testes com tecnologias falhas, ciências impuras e teorias duvidosas é uma série de ações baseadas na experiência de atividades improváveis. “(…) não se deve confiar nem no Estado, nem nos industriais, nem nos especialistas. Pois eles podem mentir – seja deliberadamente, seja sem se dar conta. No mundo atual, qualquer confiança “vertical” é desaconselhada. Também é preciso desconfiar da tecnologia, da qual a nossa sociedade é tão dependente. A confiança em si do indivíduo moderno, baseada em uma tecnologia que submete a natureza, era apenas ilusão. Não que não se possa confiar na ciência; mas suas aplicações podem ser errôneas.”  Ikezawa Natzuki > Sontag, Susan. Contra Interpretação. > Hall, Edward T. A Dimensão Oculta. > Flusser, Vilém. A Escrita – Há futuro para a escrita?

—————-

Este é um projeto para a comprovação de hipóteses científicas, que em prática, atestam seus resultados à partir da interpretação sensível, aliada às atribuições culturais do indivíduo que as executam. Os resultados dependem da conjunção entre ferramenta, ambiente e pesquisador. às vezes, se utiliza do método científico com recursos amadores, através de aparelhos e tecnologia construídos de forma artesanal.

O programa constitui de execução e registro das hipóteses, teorias que advém da informação compartilhada e adquirida em rede ou contato pessoal. São especulações científicas tratadas como curiosidades, causos e aplicações populares que por seu caráter duvidoso, tendem a ser indicados como ciências impuras e já nascem comprometidos.

# Ciência articulada através do racional + sensorial

# Uso de tecnologia D.I.Y e autonomia na produção de conhecimento.

# Distanciamento da metrópole com sua poluição espacial.

 
 ______              _  _                                   _        
(_____ \            | |(_)                _                (_)       
 _____) ) _____   __| | _  _____   ___  _| |_  _____   ___  _  _____ 
|  __  / (____ | / _  || || ___ | /___)(_   _)| ___ | /___)| |(____ |
| |  \ \ / ___ |( (_| || || ____||___ |  | |_ | ____||___ || |/ ___ |
|_|   |_|\_____| \____||_||_____)(___/    \__)|_____)(___/ |_|\_____|
                                                                     

denise alves-rodrigues

denise alves-rodrigues

Ref.:

> Saevarius, Dr. E. Manual Prático e Teórico de Radiestesia

http://www.hauntedamericatours.com/ghosthunting/dowsing.php

 ____  ____  ____  ____  ____  ____  ____  ____  ____  ____  ____ 
||R ||||a ||||d ||||i ||||e ||||s ||||t ||||e ||||s ||||i ||||a ||
||__||||__||||__||||__||||__||||__||||__||||__||||__||||__||||__||
|/__\||/__\||/__\||/__\||/__\||/__\||/__\||/__\||/__\||/__\||/__\|

 

 -----------------------
Denisealves-rodrigues

denise alves-rodrigues

O projeto Carimbado+Machu_Picchu é uma busca e registro pela rota subterrânea entre as coordenadas geográficas:  13°9′47″S, 72°32′46″O e 21°42’28’S, 44°58’54O.

Existem muitos caminhos terrestres entre Brasil e Peru, duas dessas rotas são Peabiru e Carimbado. A primeira, ligava a Capitania de São Vicente à cidade de Cuzco, a trilha se estendia por aproximadamente quatro mil quilômetros, atravessava o estado brasileiro paraense, o chaco paraguaio, a Bolívia, a Cordilheira dos Andes e terminava ao sul do Peru. Importante nas migrações indígenas pré-colombianas (conectava Atlântico com Pacífico), também serviu aos Bandeirantes para matar indígenas durante as Reduções no Guairá. A segunda rota é uma especulação, em São Thomé das Letras, uma gruta seria a porta de entrada ou saída do túnel que liga a cidade mineira à Machu Picchu. É um caminho intraterrestre, dado como uma criação fantástica, transmitida via oral e virtual entre curiosos historiadores diletantes. Entre os 31.600 resultados encontrados no Google, boa parte deles versam sobre o poder energético da região e o valor esotérico entre os pontos do lendário túnel, até agora, nada se fala de uma possível estratégia criada pelos originários sulamericanos para cambiar prata e ouro entre os oceanos ou um esquema inventado para transitar sem ser visto pelos colonizadores.

————————————————————–

Anúncios

2 comentários em “CAMPANHA”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s